• Procto Vita

O QUE É COLONOSCOPIA?

Colonoscopia é um exame de imagem em que é introduzido um aparelho flexível pelo ânus que irá percorrer todo o intestino grosso até o segmento final do intestino delgado (íleo terminal). Este aparelho possui uma pequena câmera em sua ponta permitindo que o médico avalie toda a mucosa do intestino, realize procedimentos e registre qualquer anormalidade encontrada.


Quando fazer uma Colonoscopia?

A recomendação mais recente orienta a realização do exame em todas as pessoas a partir dos 45 anos mesmo que não exista nenhum histórico de câncer de intestino na família.

O exame visa detectar qualquer lesão que apresente risco de causar câncer ao longo da vida.

Outras indicações para o exame incluem quaisquer sintomas considerados suspeitos tais como mudanças no padrão de funcionamento do intestino, dor abdominal, presença de sangue nas fezes, alterações de peso e/ou apetite, sangue oculto nas fezes positivo.

Na presença de outros casos de câncer de intestino na família também se recomenda a realização do exame.

Lembre-se de que cada caso precisa ser avaliado pelo seu médico.


Como o exame é realizado?

1) Preparo: para uma boa visualização de toda a mucosa do intestino é necessária a remoção de todas as fezes presentes nos seus segmentos. Isto é realizado através de medicações laxativas que causarão diarreia e uma dieta específica, em geral, nos dois dias que antecedem o exame.


2) Anestesia: geralmente sedação realizada na veia, durando o tempo necessário para a realização do exame. Por este motivo o paciente sempre deverá estar acompanhado.

A média de duração de uma colonoscopia fica em torno de 30 minutos.


3) Procedimentos: conforme os achados no exame poderão ser realizadas biópsias, ou seja, a retirada de pequenos pólipos, cauterização de ectasias vasculares, etc.

Quais os riscos da Colonoscopia?

A colonoscopia é um procedimento muito seguro e as complicações ocorrem em menos de 1% dos pacientes, incluindo sangramento, perfuração do intestino, riscos relacionados à anestesia e a falha na detecção de pólipos.


Quando precisarei de novo exame?

Caso não seja encontrado nenhuma alteração no exame, ele poderá ser repetido dentro de 1, 3, 5 ou 10 anos, conforme os achados e orientações do seu médico.


ATENÇÃO!

Não se automedique!

Este site disponibiliza informações que não podem e nem devem substituir uma consulta médica.

4 visualizações0 comentário